Links de Acesso

EUA: Encerramento do governo entra no terceiro dia

  • Redacção VOA

Apenas os serviços considerados essenciais se encontram a funcionar neste momento, como por exemplo as emissões da Voz da América.

O encerramento do governo federal entrou hoje no seu terceiro dia na sequência do impasse no Congresso para a aprovação do orçamento para o ano fiscal de 2014 que começou no dia 1 de Outubro.

A maioria republicana na Câmara dos Representantes pretendia fazer depender a aprovação do orçamento do adiamento da entrada em vigor da nova lei do sector de saúde conhecida por Obamacare.

Contudo essa posição não foi secundada pelo Senado que dispõe de uma maioria democrática e que aprovou um orçamento prevendo o financiamento da nova lei.

Desse modo o governo federal americano foi obrigado a encerrar parcialmente as suas portas dispensando do trabalho mais de 800 mil funcionários públicos.

Apenas os serviços considerados essenciais se encontram a funcionar neste momento, como por exemplo as emissões da Voz da América.

Discursando esta manhã, o presidente americano Barack Obama, afirmou que o Congresso deve pôr termo ao encerramento do governo salientando que não pode haver negociações sobre a lei da saúde e que os americanos não são peões no xadrez político. Não se pode pedir um resgate para manter o governo aberto, disse ainda o presidente americano.

O presidente Obama disse ainda que a única razão pela qual o encerramento prossegue é porque o presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner, não quer irritar os extremistas no seio do partido republicano aceitando o orçamento que foi aprovado pelo Senado.
Neste momento, todos os congressistas democratas e 17 republicanos já declararam que votariam por esse orçamento se fosse posto á votação por Boehner.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG