Links de Acesso

EUA condenam atentado contra SG da Renamo e pedem justiça

  • Redacção VOA

Os Estados Unidos manifestaram nesta segunda-feira a sua "profunda preocupação" com o ataque a tiro contra o secretário-geral da Renamo, Manuel Bissopo, na quarta-feira no centro de Moçambique, e esperam que os responsáveis pelo "crime hediondo" sejam levados à justiça.

Em nota, a representação diplomática americana em Maputo disse também condenar "os assassinatos e perseguições recentemente reportados a representantes de vários níveis de autoridades locais e políticas", endereçando as suas condolências aos familiares das vítimas.

"A Embaixada dos Estados Unidos da América em Maputo manifesta a sua profunda preocupação e condena veementemente o ataque a tiro contra o senhor Manuel Bissopo, secretário-geral do maior partido da oposição em Moçambique, no passado dia 20 de Janeiro, e deseja as suas rápidas melhoras", reitera a nota que diz aguardar “que as autoridades moçambicanas conduzam uma investigação exaustiva e transparente e assegurem que os responsáveis por este crime hediondo compareçam perante a justiça".

O secretário-geral da Renamo Manuel Bissopo encontra-se numa clínica privada na África do Sul em tratamento, depois de ter sido baleado na quarta-feira, na Beira, após um comício em que denunciou ataques e raptos de dirigentes do seu partido.

XS
SM
MD
LG