Links de Acesso

EUA e Cabo Verde reforçam cooperação na área da segurança

  • Eugénio Teixeira

A embaixadora americana em Cabo Verde, Adrienne O'Neal, com o presidente Jorge Carlos Fonseca

A embaixadora americana em Cabo Verde, Adrienne O'Neal, com o presidente Jorge Carlos Fonseca

Adrienne O'Neil anunciou o reforço dos acordos bilaterais na área da segurança, designadamente exercícios com a Guarda Costeira

A embaixadora Adrienne O’Neil, promete o reforço do estreitamento das relações entre este país e Cabo Verde, e sublinha que a assinatura do segundo Compacto MCC, agendado 10 corrente na cidade da Praia, simboliza o início de mais cinco anos de trabalho árduo em vários sectores.

Adrienne O’Neil,destacou o facto de Cabo Verde ser o primeiro país contemplado com o segundo Compacto Millenium Account, pelo que fez questão de ressalvar o êxito do primeiro compacto, alegando que representa um passo em frente para o país, não só no capítulo do desenvolvimento, assim como no reforço das relações diplomáticas.

A embaixadora O' Neal durante a entrevista com Eugénio Teixeira

A embaixadora O' Neal durante a entrevista com Eugénio Teixeira


A chefe da missão diplomática dos Estados Unidos da América no arquipélago garante ter já alinhavado uma estratégia para este ano, que passa pelo estabelecimento dos acordos bilaterais, com vista a facilitar a colaboração na área da segurança.

Anunciou reforços dos acordos bilaterais na área da segurança, designadamente exercícios agendados para os próximos meses, relacionado com a Guarda Costeira, envolvendo a COSMAR (Centro de Operações de Segurança Marítima), com o intuito de fazer uma colaboração mais abrangente nesta região, mediante o envolvimento de outros países no âmbito de um projecto multilateral.

No campo da criminalidade, mostra-se disponível para colaborar com as autoridades cabo-verdianas já que os EUA têm experiências marcantes deste fenómeno, sobretudo dos “gangs” na camada juvenil, pelo que promete compartilhar todas as suas experiências com o propósito de ajudar o país nesta luta.

Adrienne O’Neil, que recentemente efectuou uma visita às ilhas do Fogo e da Brava, duas regiões directamente ligadas aos EUA dado a grande onda de emigrantes ali radicados, promete mobilizar toda a diáspora para participar mais no desenvolvimento do país.

Adiantou que já está planeada, para os próximos meses, a chegada a Cabo Verde de dois grupos de americanos-cabo-verdianos para implementar ligações comerciais e investigar mais oportunidades para que novos estudantes nacionais possam prosseguir os estudos nos EUA, assim como ter uma forte presença dos Estados Unidos em solo cabo-verdiano, sobretudo com abrangência nestas duas ilhas.

Apesar de ainda estar nos primeiros meses da sua missão em Cabo Verde, Adrienne O’Neil, já se mostra conhecedora da política cabo-verdiana, pois tem encetado contactos directos com o chefe do governo e o presidente do MpD,o maior partido político da oposição.

Aquela diplomata demonstra a sua satisfação pela forma como “os dois partidos estão colaborando na agenda do país”, não obstante uma nova forma de coabitação: Governo e Presidente da República de famílias politicas diferentes.

XS
SM
MD
LG