Links de Acesso

EUA querem expandir relações com Angola – afirma Subsubsecretário de Estado


Hillary Clinton definiu três diálogos prioritários em África: Angola, Nigéria e África do Sul

Hillary Clinton definiu três diálogos prioritários em África: Angola, Nigéria e África do Sul

Angola treina tropas e forças de paz, o que é um grande contributo e “é um importante relacionamento que nós precisamos de desenvolver e aumentar e, na realidade, de expandir”

Angola é um dos três parceiros privilegiados no diálogo estratégico entre os EUA e África, a para da África do Sul e da Nigéria. A afirmação pertence a Don Yamamoto, destacado representante do Departamento de Estado americano para os Assuntos Africanos, que sublinha o desejo americano de expandir as relações com Angola. Yamamoto, numa entrevista à VOA, falava à margem de uma conferência de dois dias sobre o comércio global, que está a decorrer em Washington, sob o patrocínio da Secretária de Estado Hillary Clinton.

Don Yamamoto, Vice-Secretário de Estado Assistente para os Assuntos Africanos

Don Yamamoto, Vice-Secretário de Estado Assistente para os Assuntos Africanos

Don Yamamoto, o Subsecretário de Estado Adjunto para os Assuntos Africanos dos EUA, refere que Angola tem enormes potencialidades e desempenha uma função revelante na arena regional.

E diz ele, a propósito: “Olhem para a política da SADC, que é uma organização regional bastante forte, onde Angola desempenha um papel significativo”

O PAPEL ESTABILIZADOR DE ANGOLA

Outra questão relativamente ao diálogo estratégico, Yamamoto questiona-se sobre a forma como deverá ser o relacionamento dos EUA com Angola: “Como iremos trabalhar juntos para alargar e expandir o relacionamento o seio da SADC, que é uma organização importante: economicamente e em termos de investimento? E depois Angola é também um importante parceiro internacional. É um dos principais abastecedores de petróleo e de gás da China. Está a tornar-se também muito importante para os EUA.”

O Subsecretário de Estado Adjunto para os Assuntos Africanos dos EUA sublinha que Angola joga um papel importante na estabilidade do vizinho Congo, “uma questão que já foi debatida” entre Washington e Luanda. Yamamoto recorda, a propósito, que Angola treina tropas e forças de paz, o que é um grande contributo e “é um importante relacionamento que nós precisamos de desenvolver e aumentar e, na realidade, de expandir” – sublinhou Yamamoto.

XS
SM
MD
LG