Links de Acesso

Biocom forma electricistas e mecânicos em Malanje

  • Isaías Soares

Finalistas do curso de mecânica e electricidade da Biocom

Finalistas do curso de mecânica e electricidade da Biocom

Trata-se de um projecto para a qualificação técnica da mão-de-obra angolana que nesta primeira fase concluiu em alguns meses a formação de 4 dezenas de jovens

A Companhia de Bioenergia de Angola Limitada (Biocom) poderá produzir açúcar, etanol e energia eléctrica a partir de 2017, com a participação directa e indirecta de quadros nacionais e expatriados.

Quarenta jovens encerraram esta quarta-feira no centro de formação profissional de Cacuso o primeiro curso de manutenção de mecânica e electricistas de automóveis depois de 90 dias de intensa carga horária.


O director-geral da Biocom, Nilton Príncipe Sampaio ao considerar a dimensão do projecto para a economia angolana para a redução da importação do açúcar e geração de electricidade, defendeu o enquadramento de especialistas qualificados.

“Este ramo aqui, vamos dizer novo você tem que formar as pessoas porque é muito difícil conseguir pessoas que já tenham alguma pratica nesse sector”, disse, confirmando que “a vida de Biocom é totalmente fundamental essa formação”.

As áreas industriais e administrativas necessitam de cerca de 230 pessoas para trabalharem 24 horas em três turnos, enquanto que a componente agrícola mais de mil indivíduos.

Dos formandos 24 foram seleccionados no Instituto Médio Agrário de Malanje e 16 na escola Eiffel local, cujos resultados de 90 dias de formação garantem um futuro promissor.

Esperança João da Silva agora é uma jovem entendida em mecânica.

“Podemos montar uma caixa de um carro e temos alguma experiencia também na eléctrica, podemos conduzir um tractor por onde ir”, referiu, sem esquecer a “segurança que devemos ter no serviço, como usar os equipamentos, a postura do serviço e organização do serviço”.

Três professores brasileiros da firma Marinho Consultores Associados Ltda ministraram as diferentes matérias do curso, que na opinião de Marli Ferrante Montor foi uma experiencia para repetir.

“As aulas deram a base de convivência ao ingresso no seu primeiro trabalho e achamos que valeu apenas ter inserido estes módulos na formação, porque elas puderam contribuir para que dada aluno pudesse agora entender o que é fazer o seu melhor”, para entrar no mercado de trabalho.

Relacionamento pessoal, trabalho em equipa, matemática aplicada, mecânica, electricidade, leitura e interpretação de texto, comunicação, noções de agro – empreendedorismo e meio ambiente foram algumas das disciplinas do curso.

Grande parte do equipamento da fábrica é de origem brasileira, apesar existirem outros produzidos em Portugal.

A fábrica de açúcar e álcool Biocom está localizada no Pólo de Desenvolvimento Agro-industrial de Capanda, município de Cacuso, numa de 32 mil hectares para a produção de cana-de-açúcar.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG