Links de Acesso

Estudantes de Uige pedem aulas sobre violência sexual


Foto de arquivo

Foto de arquivo

Os estudantes universitários no Uíge acreditam que a inclusão de uma disciplina sobre a violência sexual nas escolas do ensino primário e secundário poderá ajudar a combater o fenômeno.

Matondo André diz que a violência sexual influencia a ocorrência de factores de divórcios e destruturação das famílias em Angola.

André, que frequenta o Instituto Superior de Ciências da Educação, é de opinião de que as aulas iriam colmatar a falta de diálogo entre os pais e filhos sobre a matéria.

No entanto, algumas organizações ajudam a combater o fenômeno. Uma delas é Associação Verdade Justiça e Paz, que iniciou um ciclo de palestras sobre a “violência sexual” nas instituições públicas e privadas da província.

Adão Generoso dos Santos, um dos palestrantes, preocupa-se em explicar aos participantes as diferentes formas de violência sexual na sociedade. Algumas formas não tidas como normais por falta de conhecimento e gravidade de consequências.

Ele deu o exemplo de casos de secretárias que são assediadas por seus chefes ou empregadores, e de alunas que são enganadas por seus professores em troca de notas.

Entre as consequências, o especialista indicou o impacto da depressão sobre as vítimas da violência sexual.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG