Links de Acesso

Estudantes de Hong Kong iniciam boicote às aulas para exigir mais democracia


Um cartaz na Universidade de Hong Kong, na China, diz: "Boicote às aulas em protesto"
Setembro 20, 2014.

Um cartaz na Universidade de Hong Kong, na China, diz: "Boicote às aulas em protesto" Setembro 20, 2014.

Milhares de estudantes enfrentaram o calor sufocante em Hong Kong nesta Segunda-feira, 22, para exigir maior democracia ao iníciarem uma semana de boicote às aulas, numa demonstração de desafio ao Partido Comunista Chinês. Com fitas amarelas, estudantes de mais de 20 universidades e faculdades concentraram-se no campus da Universidade Chinesa, onde foram recebidos por faixas que diziam: "O boicote tem de acontecer. Desobedeçam e agarrem o seu destino".

A ex-colónia britânica voltou ao domínio da China em 1997, com um alto grau de autonomia, mas o governo chinês no mês passado rejeitou as exigências de as pessoas escolherem livremente o próximo líder da cidade, o que levou a ameaças de activistas de paralisarem o distrito financeiro como parte de sua campanha pró-democracia.

Alguns dos líderes estudantis usavam camisetas pretas com as palavras "democracia agora". Professores universitários prestigiados em Hong Kong manifestaram o seu apoio ao boicote e alguns se ofereceram para gravar palestras e publicá-las online para os alunos que faltarem às aulas.

XS
SM
MD
LG