Links de Acesso

"Estou muito grato pela importante liderança do PR dos Santos", John Kerry


O ministro angolano dos Negócios Estrangeiros, Georges Chikoti, à esquerda, mostra um dos edifícios do Governo ao Sec. Estado americano, John Kerry, à saída do Ministério das Finanças em Luanda, 5 de Maio, 2014

O ministro angolano dos Negócios Estrangeiros, Georges Chikoti, à esquerda, mostra um dos edifícios do Governo ao Sec. Estado americano, John Kerry, à saída do Ministério das Finanças em Luanda, 5 de Maio, 2014

O Secretário de Estado americano fez estas declarações hoje à saída do encontro com o seu homólogo angolano Georges Chickoti, antes de ser recebido por José Eduardo dos Santos.

O secretário de Estado americano e o ministro angolano das Relações Exteriores analisaram hoje, 5 de Maio, as relações entre os dois países e temas da actualidade internacional.

À saída do encontro, Georges Chikoti, que considerou positivo o crescimento das realções entre Angola e os Estados Unidos, disse terem abordado também temas relativos ao petróleo e o recente crédito de 600 milhões de dólares junto do Exim que vai permitir à transportadora aérea TAAG comprar mais aviões.

"Também discutimos a estabilidade política no continente africano e agradecemos aos Estados Unidos as suas iniciativas no Sudão do Sul e na República Democrática do Congo, onde o Presidente José Eduardo dos Santos e o Governo de Angola continuam a desenvolver esforços", disse Chikoti que adiantou terem os dois países decidido instituir consultas regulares.


Por sua vez, o governante americano afirmou ter tido uma discussão "abrangente e muito produtiva".

Sem dar muitos detalhes, John Kerry adiantou que ambos alargaram o leque de temas e que encontrou pontos comuns com o seu homólogo angolano, "não apenas na economia, mas também a nível da segurança na região e e outras questões regionais".

"Estou muito grato, assim como o Presidente Obama, pela importante liderança do Presidente Santos e do ministro das Relações Exteriores à frente da Conferência dos Grandes Lagos", disse Kerry reiterando que essa liderança "está a fazer diferença ao oferecer a oportunidade de estabilidade e paz".

Kerry anunciou ainda que o Departamento do Comércio irá abrir um escritório em Angola, o que irá aumentar as trocas comerciais entre os dois países,e garantiu que o Departamento de Estado continuará a apoiar fortemente as relações económicas entre Angola e Estados Unidos.

Nas declarações prestadas aos jornalistas após o encontro co Georges Chikoti, o Secretário de Estado diz esperar a presença do Presidente José Eduardo do Santos na cimeira Estados Unidos-África, a realizar-se em Agosto em Washington, e disse acreditar que "o relacionamento entre os dois países constituirá um dos mais importantes no continente.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG