Links de Acesso

Estados Unidos e Quénia unidos contra o terrorismo

  • Redacção VOA

O presidente Barack Obama disse que os Estados Unidos e o Quénia estão unidos contra a ameaça do terrorismo.

Falando hoje em Nairobi numa conferencia conjunta com o presidente queniano Uhuru Kenyata, Obama disse que tem havido uma coordenação extensa e efectiva de medidas antiterroristas entre os Estados Unidos e o Quénia, espacialmente no que diz respeito á luta contra o grupo islâmico somali al Shabab.

Obama agradeceu ao Quénia por receber centenas de milhar de deslocados do conflito na Somália.

O presidente americano disse que os Estados Unidos estão a trabalhar com o Quénia para se fazer frente a ameaças à sua prosperidade e elogiou o Quénia por se empenhar em acabar com a corrupção.

Obama afirmou que a corrupção é o principal obstáculo a um crescimento mais rápido da economia queniana.

O presidente Obama discutiu também a caça ilegal de elefantes afirmando que o seu governo vai propor novas leis proibindo a venda de produtos de marfim dentro dos estados unidos.

Interrogado sobre a questão de direitos de homossexuais o presidente disse acreditar que o estado não deve discriminar contra pessoas devido á sua orientação sexual.

Ainda hoje o presidente Obama discursou perante a cimeira empresarial global afirmando que África precisa de ser um centro de crescimento global não apenas um centro de crescimento do continente.

Obama exortou os participantes a encorajarem investimentos em africano.

Obama cujo pai era queniano está a fazer a primeira visita oficial como presidente ao pis

XS
SM
MD
LG