Links de Acesso

Estados Unidos apelam para governantes respeitarem os limites constitucionais

  • Redacção VOA

Linda Thomas-Greenfield, secretária de Estado americana Assistente para Assuntos Africanos

Linda Thomas-Greenfield, secretária de Estado americana Assistente para Assuntos Africanos

Administração Obama garante estar a trabalhar com países da região dos Grandes Lagos.

A Assistente do Secretária de Estado americano para os Assuntos Africanos, Linda Thomas-Greenfield, revelou nesta quarta-feira que o Governo do Presidente Obama está a desenvolver “intensos esforços diplomaticos” para defender o respeito pelos mandatos presidenciais nos países que integram a Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos, que está reunida está semana em Luanda.

“Nós não apoiamos que os governos alterem as suas constituições para permitir a dirigentes no poder permanecerem no cargo para além do que permite a Constituição”, disse a governante a jornalistas a partir do Departamento de Estado, aqui em Washington.

Thomas-Greenfield reiterou que os estão a trabalhar com os parceiros na região e a comunidade internacional “para mostrar aos Chefes de Estado que para a democracia prosperar os povos precisam de transições”.

A Assistente do Secretária de Estado americano para os Assuntos Africanos, “os verdadeiros líderes promovem transições nos seus países e a verdadeira democracia exige mudanças de poder”.

“Estamos a trabalhar neste assunto, continuou a governante, lembrando que “no caso do Burundi, vimos os resultados da decisão de o Presidente ficar mais tempo do que a Constituição permite”.

Linda Thomas-Greenfield revelou também que a Administração Obama está a trabalhar para levar o presidente da República Democrática do Congo, Joseph Kabila, a honrar a Constituição”.

Ela manifestou ainda a forte decepção dos Estados Unidos frente à decisão do Rwanda de estender os mandatos do Presidente Paul Kagame.

XS
SM
MD
LG