Links de Acesso

Estado Islâmico poderá ter derrubado avião russo, afirma a Grã-Bretanha


Caixa negra do avião russo que caiu no Egipto

Caixa negra do avião russo que caiu no Egipto

A Grã-Bretanha disse nesta quinta-feira que há uma possibilidade significativa de um grupo afiliado ao Estado Islâmico estar por atrás de um suposto atentado com bomba ao avião russo, que caiu na Península do Sinai, no Egipto, matando 224 pessoas.

Segundo a Reuters, a Rússia disse que tais teorias são apenas especulação nesta fase e só a investigação oficial poderá determinar o que aconteceu. O Egipto afirma não haver nenhuma indicação até agora de que uma bomba foi a causa do desastre.

O tema é sensível para a Rússia, cujos aviões de guerra realizam ataques contra o Estado Islâmico na Síria, e para o Egipto, que depende fortemente das receitas do turismo.

Perguntado se considerava que o Estado Islâmico era o responsável pelo desastre, o secretário britânico de Relações Exteriores, Philip Hammond, afirmou que eles assumiram a responsabilidade pelo derrube da aeronave russa.

Hammond acresceutou que "eles fizeram isso imediatamente após o acidente. Nós olhamos todo o quadro de informações, incluindo essa afirmação, mas naturalmente uma porção de outros fragmentos de informação, e concluímos que há uma possibilidade significativa."

XS
SM
MD
LG