Links de Acesso

Espião israelita em liberdade condicional nos Estados Unidos


Cartazes com a fotografia de Jonathan Pollard

Cartazes com a fotografia de Jonathan Pollard

O espião israelita Jonathan Pollard foi posto hoje em liberdade condicional, depois de passar 30 anos numa cadeia Americana, anunciou o Primeiro-ministro do Israel.

Pollard, antigo analista na marinha americana, foi condenado à prisão perpétua, em 1987 depois de ter sido considerado culpado pela venda de informação classificada de defesa ao Israel.

“Depois de três longas décadas, Jonathan finalmente volta ao convívio da sua família”, disse em comunicado o Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

Pollard, de 61 anos, tornou-se cidadão israelita em 1995, ainda na cadeia. Espera-se que se estabeleça em Nova Iorque. Em pelo menos cinco anos de liberdade condicional não deverá deixar os Estados Unidos sem permissão.

XS
SM
MD
LG