Links de Acesso

Especialistas defendem novo patamar para o relacionamento entre África e União Europeia

  • Alvaro Ludgero Andrade

Conferência em Lisboa reúne funcionários da UE, UA e de países europeus e africanos e especialistas.

Terminou hoje em Lisboa uma conferência sobre as relações entre a Europa e a África que analisou as formas desse relacionamento futuro, à luz da cimeira entre a União Europeia e os países africanos realizada a 2 e 3 deste mês em Bruxelas.

A conferência foi marcada precisamente para esta data para ter como pontos de partida as decisões e recomendações da cimeira entre a União Europeia e África realizada há cerca de um mês.

O objectivo da conferência assentou-se em dois pressupostos, o papel dos actores emergentes e reemergentes internacionais e as perspectivas do relacionamento futuro entre os dois continentes.

A cimeira de Bruxelas concluiu que o relacionamento entre a Europa e África deve caminhar para uma plataforma de equilíbrio entre os dois continentes e não de um relacionamento entre doador e receptor.

Entre várias ideias em discussão funcionários, políticos e académicos acreditam que as cimeiras entre a Europa e a África e, principalmente, o debate sobre o relacionamento entre as partes, devem separar o pacote da ajuda financeira, que continua a ter um sentido apenas, e o relacionamento político, caminhando assim para um patamar mais elevado e equilibrado.

A conferência de Lisboa não pretendeu apresentar conclusões e recomendações, mas levantar ideias e conceitos que completem a cimeira de Bruxelas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG