Links de Acesso

Espanhóis escolhem novo Governo

  • Redacção VOA

Eleições de hoje acontece depois de seis meses sem que os partidos conseguissem formar um Governo.

Mais de 36 milhões de eleitores espanhóis votam neste domingo, 26, por um novo Governo depois de não ter sido possível formar um Governo após as eleições de Dezembro de 2015.

As pesquisas apontam que nenhum partido deve conseguir, novamente, o número de cadeiras necessário para formar o governo sozinho, segundo a agência de notícias Efe.

O líder do conservador Partido Popular (PP), Mariano Rajoy, no cargo desde Dezembro, é apontado como provável vencedor, aproveitando a divisão da esquerda para permanecer no poder, segundo a France Presse.

Mas o candidato de 61 anos, que votou nesta manhã, precisará de apoios para conseguir continuar a governar.

Depois de três décadas alternando-se no poder, o PP e o Partido Socialista Espanhol Operário Espanhol (PSOE) saíram enfraquecidos nas legislativas passadas.

O surgimento do partido de esquerda Podemos e o do de centro-direita Ciudadanos desenhou um novo cenário político no qual os pactos pós-eleitorais são essenciais.

Apesar de ter vencido, o PP perdeu a maioria absoluta e não conseguiu nenhum aliado para o Governo.

O PSOE, que ficou na segunda posição, também falhou na sua tentativa de formar uma coligação com o Podemos (3º) e com o Ciudadanos (4º), que têm ideologias muito diferentes.

Sem outras opções, os eleitores foram chamados novamente às urnas.

As pesquisas apontam uma divisão entre as quatro grandes forças e um novo equilíbrio na esquerda.

XS
SM
MD
LG