Links de Acesso

Espanha desarticula rede que recrutava mulheres para o Estado Islâmico


Polícia detém uma mulher em Melilla

Polícia detém uma mulher em Melilla

A Guarda Civil espanhola prendeu quatro pessoas acusadas de formar uma rede do grupo jihadista Estado Islâmico dedicada ao recrutamento de jovens mulheres pela internet, anunciou hoje, 24, o ministério do Interior.

Dois acusados foram detidos em Melilla, território espanhol no Marrocos, acusados de "responsabilidade pela criação e administração" de diversas plataformas de internet que difundiam todo tipo de material de propaganda de grupos terroristas", em particular o Estado Islâmico.

"Os detidos dedicavam-se ao recrutamento de mulheres que, após o oportuno processo de doutrinação, acabam se integrando ao grupo terrorista", afirma a nota do ministério. A Guarda Civil prendeu os outros dois suspeitos nas províncias de Barcelona e Girona, nordeste da Espanha.

XS
SM
MD
LG