Links de Acesso

Espanha: Auxiliar de enfermagem infectada com ébola e marido em isolamento


Directora Geral de Saúde espanhola Maria Mercedes Vinuesa no centro

Directora Geral de Saúde espanhola Maria Mercedes Vinuesa no centro

A auxiliar da enfermaria espanhola infectada com o Ébola em Madrid está desde a madrugada de hoje isolada no hospital Carlos III, onde contraiu o vírus.Também o marido foi isolado e está sob vigilância, por precaução. Fontes médicas confirmaram que a enfermeira está com febre, mas "estável", na ala do hospital onde atendeu as duas vítimas mortais espanholas de ébola, dois missionários transferidos de África.

A auxiliar foi transferida do Hospital de Alcorcon - onde duas análises realizadas na segunda-feira confirmaram o contágio - para o Carlos III, um centro especializado em doenças infeciosas. Na transferência entre os hospitais a mulher foi transportada numa ambulância escoltada por vários carros da Polícia Nacional e da Guarda Civil.

Espanha tinha já registado dois casos mortais e cerca de duas dezenas de casos suspeitos cujas análises deram resultados negativos.

Mais sobre o Ébola

XS
SM
MD
LG