Links de Acesso

"Escritores que se deixam corromper pela ligação com o poder não perduram no tempo"

  • Bárbara Ferreira Santos

Neste terceiro vídeo da entrevista do escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa à Voz da América, ele fala sobre a importância de os autores estarem afastados da política, para permitir que a literatura não seja manchada e também para que a escrita possa se tornar um ofício da alma.

Para Ungulani, as obras e os escritores que se deixam corromper pela ligação com o poder não perduram no tempo.

Ungulani explicou ainda que a guerra em Moçambique marcou a literatura de seu país e fez com que os escritores adotassem um tom mais sério nas histórias.

Quando perguntado se ele, que é uma pessoa muito bem-humorada no cotidiano, iria passar a produzir histórias cômicas, Ungulani disse que a escrita é que guia o seu estilo e não o contrário. Mas ele também não descarta experimentar novos gêneros literários no futuro.

O convite de publicar no Brasil Orgia dos Loucos partiu da editora Kapulana. Ungulani diz que aprovou a escolha da obra como sendo a primeira a ser editada pela companhia e afirmou ainda que outros livros de sua autoria devem ser publicados no Brasil já a partir do ano que vem.

Este foi o terceiro e último vídeo da entrevista com o escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa produzida pela Voz da América.

XS
SM
MD
LG