Links de Acesso

Erupção pode mudar completamente a Chã das Caldeiras, diz investigador cabo-verdiano

  • Alvaro Ludgero Andrade

Imagem de satélite do Vulcão do Pico, Fogo (Saidy Andrade)

Fausto do Rosário pergunta por que não se deu atenção ao aviso do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica sobre uma eventual erupção.

Chã das Caldeiras, no sopé do Vulcão do Pico, no Fogo, e uma das mais férteis do país, pode sofrer uma profunda transformação devido à erupção que ocorre desde o dia 23 naquela ilha cabo-verdiana.

Em entrevista à VOA, o investigador e Curador da cidade de São Filipe, a mais importante da ilha do Fogo, Fausto do Rosário, fala sobre a situação em Chã das Caldeiras, os temores de a erupção continuar no ritmo actual, analisa a excelente resposta dada pelas autoridades, pergunta por que não se fez nada quando o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica avisou que havia risco de movimentos eruptivos e desfaz o mito de que as erupções acontecem a cada 45/50 anos.

Fausto do Rosário investigador e Curador da cidade de São Filipe, ilha do Fogo, Cabo Verde. Nov. 2014

Fausto do Rosário investigador e Curador da cidade de São Filipe, ilha do Fogo, Cabo Verde. Nov. 2014

Fausto do Rosário, que descreve ainda o sentimento dos foguenses ao abandonarem as suas casas e propriedades, começou por falar da realidade actual em Chã das Caldeiras.

Acompanhe:

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG