Links de Acesso

Erros de gestão devem ser corrigidos, diz José Eduardo dos Santos

  • Redacção VOA

José Eduardo dos Santos

José Eduardo dos Santos

Na abertura do congresso do MPLA dos Santos critica empresários corruptos que enriquecem "ilicitamente"

Milhares de delegados e convidados estiveram hoje presentes á abertura do VII congresso do MPLA em que o presidente José Eduardo dos Santos afirmou que o partido está preparado para "ganhar as próximas eleições" em Angola, assumindo que os "erros" de gestão devem ser "corrigidos".

O presidente criticou empresários que enriquecem "ilicitamente".

No seu discurso, diante de mais de 2.500 delegados, José Eduardo dos Santos, não falou da sua sucessão , algo que até agora continua rodeado de mistério.

Dos Santos é o único candidato à presidência, mas disse já que tenciona abandonar a política em 2018.

Ele assegurou que o seu partido está preparado para o combate político vencer as próximas eleições, e que as divergência internas não vão enfraquecer a sua acção por ser “uma grande família”.

Ele disse que as diferenças políticas entre angolanos não devem ser aproveitadas por forças externas para dividir “e pôr em causa a paz alcançada”.

O presidente do partido que dirige o governo defendeu a necessidade de se corrigirem os erros para fazer face à crise económica e financeira do país e prometeu apoios aos empresários “com provas dadas, bons patriotas e mais comprometidos com o futuro do país”.

Advertiu que os que fizerem os seus negócios de forma ilícita não serão tratados da mesma forma.

O presidente do MPLA defendeu um novo modelo de gestão para a administração pública e Justiça, e fez críticas aos maus resultados que têm sido obtidos no desporto.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG