Links de Acesso

Governo e panificadores procuram acordo sobre o preço do pão

  • Francisco Júnior

Ministro da Indústria e Comércio acredita numa proposta conjunta em sete dias que não prejudique o consumidor.

O ministro moçambicano da Indústria e Comércio, Ernesto Max Tonela, disse nesta quarta-feira, 6, que as negociações sobre o aumento ou não do preço do pão em curso visam evitar que todas as partes, incluindo o consumidor final, não sejam prejudicadas.

É a primeira vez que o governante pronuncia-se sobre o assunto.

Ernesto Max Tonela confirmou que elementos de outras instituições governamentais, da Associação dos Panificadores de Moçambique e dos industriais que importam e processam o trigo continuam a trabalhar para encontrar uma solução que evite a subida do preço do pão, no país.

Ele acredita que, num espaço não superior a sete dias, será possível encerrar as negociações.

Max Tonela reconhece a justeza dos argumentos apresentados pelos panificadores, que justificam a pretensão de aumentar o preço do pão em 15 por cento por causa do encarecimento dos custos da matéria-prima, ma repisa que o esforço tem de ser também no sentido de proteger o consumidor final.

XS
SM
MD
LG