Links de Acesso

Eritreus afirmam que italianos prenderam o homem errado no caso de tráfico humano


Uma imigrante salva na costa da Líbia

Uma imigrante salva na costa da Líbia

Amigos e familiares do eritreu detido na Itália sob acusação de tráfico humano dizem que a polícia prendeu o homem errado.

A polícia italiana anunciou a detenção, quarta-feira, 8, de Medhanie Yehdego Mered, suspeito gestor de uma das maiores redes de transporte de imigrantes da Líbia para a Europa, após ser extraditado do Sudão.

Mas muitas fontes afirmam que o homem detido é de facto outro eritreu com o mesmo primeiro nome, Medhanie Tesfamariam Berhe.

A irmã de Berhe, Segen Tesfamariam, disse à VOA que não sabia que o seu irmão foi levado à Itália até o momento em que viu as suas fotos nos jornais.

Berhe tem 22 anos e o suspeito traficante, Mered, terá 35.

O procurador italiano Fancesco Lo Voi disse, hoje, que o seu escritório está a analisar o caso.

XS
SM
MD
LG