Links de Acesso

NOTÍCIA VOA: Entregue ao tribunal pedido de libertação de activistas das Lundas


Helicóptero da polícia angolana

Helicóptero da polícia angolana

Procurador provincial prometeu fazer cumprir a nova lei de Segurança do Estado.

6 Jan 2011 - Teve início quinta-feira em Saurimo, Lunda Sul, o processo que visa a libertação de 40 activistas ali detidos, por actividades consideradas contrárias à segurança do estado.

Os membros da Comissão do Manifesto Jurídico Sociológico do Protectorado da Lunda Tchokwe são representados pelo advogado David Mendes.

O causídico foi a tribunal entregar uma petição pedindo a libertação dos activistas ao abrigo da nova lei de Segurança do Estado e também por uma decisão do tribunal constitucional envolvendo activistas em Cabinda cuja detenção o tribunal invalidou por não estar de acordo com a nova lei.

O Dr. David Mendes explicou à VOA que teve uma reunião com o procurador devido a ausência do juíz e que espera uma decisão dentro de 5 dias. Descreveu o procurador como uma pessoa serena que prometeu fazer cumprir a nova lei da Segurança do Estado.

David Mendes disse, ainda, à VOA que os presos não estão bem de saúde, devido às más condições de detenção, nomeadamente nio plano alimentar e sanitário.

O secretário geral da Comissão do Manifesto Jurídico Sociológico do Protectorado da Lunda Tchokwé , José Mateus Zecamutchima, lembrou, em declarações à VOA, que as condições de detenção dos seus companheiros de causa são tão más, que um deles morreu recentemente.


O caso poderá ficar resolvido com o regresso, a Saurimo, do juíz do tribunal provincial da Lunda Sul.

XS
SM
MD
LG