Links de Acesso

Conferência encoraja o Rwanda a repatriar os elementos do grupo M-23

  • Redacção VOA

Ministros dos Estados membros da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) reúnem-se em Luanda.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros e das Relações Exteriores dos Estados membros da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) analisaram hoje em Luanda, a situação no leste da República Democrática do Congo (RDC) com vista a encontrar formas de se harmonizar os esforços da paz no país

A reunião ministerial conjunta foi precedida de um encontro de altos funcionários das duas sub-regiões africanas, que se realizou esta terça-feira, 1, e de uma anterior reunião dos ministros da Defesa que teve lugar no passado mês de Junho, também na capital angolana.

O Chefe de Estado Maior das Forças Armadas Angolanas (FAA), general Sachipengo Nunda, disse que o encontro de Luanda pretende encorajar o Rwanda a fazer o repatriamento dos elementos do grupo armado M-23, para a RDC, e dissipar as suspeitas entre os dois países que se acusam de apoiar forças rebeldes e ou de não fazerem o suficiente para evitar que ataques contra Estados vizinhos partam dos seus territórios.

O general angolano explicou que Angola não vai exigir nada da RDC que não seja do seu agrado.

"Tudo converge para o mesmo ponto que é o de apoiar a RDC a prosseguir o esforço de pacificação e encorajar os elementos da FDRL a continuar a render-se, evitando assim a continuidade do conflito na região", sublinhou.

O encontro ministerial previa adoptar uma declaração conjunta da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos e da SADC.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG