Links de Acesso

Embaixadora na ONU diz que Estados Unidos podem actuar sozinhos na Síria

  • Redacção VOA

Nikki Haley critica incapacidade da ONU

Rússia rejeita proposta para investigar ataque químico na Síria apresentada pelo Reino Unido, França e Estados Unidos

Os Estados Unidos ameaçaram nesta quarta-feira, 5, com uma acção unilateral caso a ONU não responda de forma adequada ao suposto ataque químico na Síria, que deixou 72 mortos ontem,

"Quando as Nações Unidas fracassam consistentemente na sua tarefa de actuar de forma colectiva, há momentos na vida dos Estados em que nos vemos impulsionados a acuar por conta própria", advertiu a embaixadora americana americana, Nikki Haley, acrescentando "nós podemos".

Na reunião, Reino Unido, França e Estados Unidos apresentaram uma proposta de resolução para uma investigação exaustiva ao ataque , mas a Rússia, aliada do Governo de Bashar al-Assad, afirmou que o texto era "categoricamente inaceitável".

"Estamos a falar de crimes de guerra, em grande escala, crimes de guerra com armas químicas", acusou o embaixador francês, François Delattre, em declarações a jornalistas.

"O texto apresentado é categoricamente inaceitável. O seu defeito é antecipar os resultados da investigação e assinalar culpados", afirmou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores russo.

Maria Zakharova denunciou ainda que se engendra um "projecto contra a Síria", o que poderá agravar ainda mais a situação.

Ainda não há uma posição definitiva do Conselho de Segurança.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG