Links de Acesso

Em Angola, há olhares cruzados sobre os direitos humanos

  • Coque Mukuta

Angola: Não Há Prémio de Direitos Humanos

Angola: Não Há Prémio de Direitos Humanos

As divergências de opinião em Angola marcam a comemoração de mais um aniversário do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Os relatórios nacionais e internacionais criticam a sistemática violação dos direitos humanos pelos agentes do Executivo angolano.

Os partidos políticos da oposição e a sociedade civil também acusam as autoridades de violar os direitos humanos no país.

Para comemorar a data, a Universidade Católica realização uma reflexão sobre a situação em Angola, enquanto o Conselho Nacional dos Direitos Humanos e instituições do Estado que velam pela salvaguarda dos direitos do humanos reuniram-se na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto para discutirem o assunto.

Na ocasião, a presidente da 10ª Comissão da Assembleia Nacional, a deputada do MPL Genoveva Lino afirmou que os direitos humanos em Angola são respeitados, mas reconheceu haver casos de violências e criminalidade.“Os direitos humanos em Angola são sim respeitados, existem sim casos de violências e criminalidade como nos outros país”, afirmou.

A deputada disse também que os países que não passaram por dificuldades como Angola encontram-se pior em termos de direitos humanos.

Entretanto, o escritor e jornalista Domingos da Cruz, que investiga a situação dos direitos humanos em África, disse serem declarações não sérias. “Não consigo confirmar ou não a posição das Nações Unidas em relação aos direitos humanos em Angola, mais sabendo do grau de moralidade tanto política quanto humana de João Pinto e daqueles que constituem o Ministério da Justiça, só posso dizer que não é verdade porque não são pessoas sérias”, concluiu.

De recordar que o deputado João Pinto disse recentemente que Angola teve uma luz verde da Comissão dos Direitos Humanos da ONU.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG