Links de Acesso

Eleitores moçambicanos falam à Voz da América

  • William Mapote

Luz Guebuza e Isaura Nyusi em campanha pela FRELIMO e Filipe Nyusi

Luz Guebuza e Isaura Nyusi em campanha pela FRELIMO e Filipe Nyusi

Os cidadãos da capital moçambicana são diariamente bombardeados com promessas em troca de votos.

Os cidadãos da capital moçambicana são diariamente bombardeados com promessas em troca de votos. Mas essas promessas dividem as opiniões dos eleitores.

Cumpridas as primeiras duas semanas de campanha eleitoral para as eleições de 15 de Outubro, a maioria dos partidos políticos inscritos continuam ausentes do processo de caça ao voto.

Dos 27 partidos inscritos para as legislativas pelo círculo eleitoral de Maputo, apenas a Frelimo, Renamo e MDM é que estão em campanha efectiva pelas ruas.

Os três maiores partidos estão diariamente na rua em contacto com os eleitores. No seu pedido de voto, prometem de tudo um pouco e todos convergem na promessa de mudar, para melhor, a vida dos cidadãos.

Nas ruas ou em casa. Comícios públicos ou mensagens pelos meios de comunicação, os cidadãos da capital moçambicana são diariamente bombardeados com promessas em troca de votos. As promessas dividem as opiniões dos eleitores.

No meio dos eleitores há até espaço para críticas à actuação da imprensa. Há quem ache que há mais favoritismo do partido Frelimo na cobertura da imprensa nacional.

XS
SM
MD
LG