Links de Acesso

Egipto: Pena de morte para jornalistas envolvidos na “fuga de informação”


Jornalistas egipcios pedem a libertação dos colegas, Cairo,Maio, 2016

Jornalistas egipcios pedem a libertação dos colegas, Cairo,Maio, 2016

Um tribunal egípcio pediu hoje a pena de morte para três jornalistas acusados de envolvimento numa fuga de informação, que terá colocado em perigo a segurança nacional.

Todos terão, segundo tribunal, enviado documentos com segredos de Estado ao Qatar.

Os três jornalistas foram condenados à revelia. Dois deles trabalham para a emissora Al Jazeera baseada no Qatar. Um deles é jordaniano.

A decisão final será feita a 18 de junho, após o pronunciamento da maior autoridade religiosa do Egipto.

Os réus poderão recorrer.

Entretanto, ainda hoje, as autoridades egípcias adiaram o veredicto contra o ex-presidente do Egipto Mohamed Mursi, que é acusado no mesmo caso, também para 18 de junho.

XS
SM
MD
LG