Links de Acesso

Egipto: Exército anuncia a morte do líder do braço local do Estado Islâmico


"Não temos medo do terrorismo do Estado Islâmico", lê-se no cartão.

"Não temos medo do terrorismo do Estado Islâmico", lê-se no cartão.

O exército egípcio anunciou, ontem, ter morto, num ataque aéreo, o líder do grupo Estado Islâmico na península do Sinai e várias dezenas de extremistas

A AFP escreve que o exército informou, sem precisar a data, que "matou o líder do grupo Ansar Beït al-Maqdess, Abu Doaa al-Ansari, e muitos de seus assessores mais importantes" em ataques no Sinai do Norte.

Uma fonte militar indicou à AFP que Abu Doaa al-Ansari "era o número um" do grupo.

Responsável por muitos atentados no Sinais, o grupo extremista Ansar Beït al-Maqdess, no passado ligado à rede Al-Qaeda, jurou lealdade ao EI em novembro de 2014.

XS
SM
MD
LG