Links de Acesso

Economista diz que dados preliminares do Censo Geral em Angola não permitem grandes ilações

  • Teodoro Albano

Ndenga Mfumuansuka afirma que resultados proviósios "não são base para planeamento".

A divulgação recente dos resultados preliminares do Censo Geral da População e Habitação realizada em Maio do corrente ano que colocaram a Huíla como a segunda província mais habitada do país deve ser vista como isto mesmo, preliminares e nada mais, diz o economista Ndenga Mfumuansuka.

De acordo com os dados preliminares, Huíla soma 2 milhões 354 mil e 398 habitantes, ou seja quase 10 por cento da população de Angola.

Quisemos saber do economista o que este número pode representar no contexto da planificação do país, pelo que Ndenga Mfumuansuka disse que apesar de ser um passo importante é difícil trabalhar sobre números provisórios.

O economista disse não se poder falar de uma “visão definitiva” com os números provisórios.

“Mesmo no que tange ao planeamento, é muito difícil trabalhar com as estimativas” , disse acrescentando que, no entanto, os números provisórios são “um passo importante”.

É ainda “cedo para termos este número como uma variável sobre a qual devemos nos cingir em termos de planeamento”, considera o economista.

Ndenga Mfumuansuka acredita em alterações significativas até serem conhecidos os números definitivos, situação que reforça a sua tese de rejeitar fazer qualquer projecção futura.

O economista admite a importância do passo que servirá de instrumento para ajudar a decifrar aspectos como por exemplo as classes sociais até ao momento duvidosas.

“Não só fazer o censo populacional, mas dentro do censo populacional é preciso também fazer o censo institucional”, disse afirmando que os números do censo são “matéria-prima sobre o qual devemos a partir de uma certa altura trabalhar devidamente”.

“E isso vai suscitar outro aspecto de vermos em que franja da sociedade ou classe pertencemos porque até hoje as classes sociais são um bocadinho duvidosas ninguém sabe em que classe pertence”, acrescentou aquele especialista.

Os dados provisórios do censo geral da população apontam o Lubango como a região mais habitada seguindo os municípios da Matala, Chibia e Caluquembe. A circunscrição menos habitada e mais distante da capital da Huíla cerca de 450 quilómetros é a do Chipindo com pouco mais de 61 mil habitantes.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG