Links de Acesso

Melhora o acesso a água potável


menino toma água limpa na torneira

menino toma água limpa na torneira

UNICEF e OMS dizem que há mais 1800 milhões de pessoas com água própria para o consumo

A UNICEF e a Organização Mundial de Saúde constataram melhorias significativas no acesso a água potável pelas pessoas mais pobres do Mundo. Parece estar à vista o cumprimento de um dos desafios do milénio.

Um relatório divulgado em Genebra mostra que há agora mais 1.800 milhões de pessoas com acesso a água potável do que havia nos anos 90. Naquela década, apenas 77% das pessoas tinham acesso a água própria para consumo. Essa percentagam é agora de 87% e este ritmo de progressão tornará possível cumprir em 2015 um dos Objectivos do Milénio (melhorioa no acesso a água potável) definidios numa conferência especial da ONU.

O problema, dizem a UNICEF e a OMS, é que os mais pobres entre os pobres continuam a não ter acesso a água própria para consumo. Calcula-se que em 2015 – ano alvo para os objectivos – mais de 670 milhões de pessoas continuem a beber água que os deixa doentes.

Os países mais problemáticos estão na África sub-Sahariana e na Ásia. Na África sub-sahariana o acesso a água limpa subiu de 49% da população para 60% da população… um benefício para mais 237 milhões de pessoas. No entanto, o aumento da população faz com que tenha aumentado o número de pessoas sem água potável.

O relatório da UNICEF e da OMS nota que é nas zonas rurais que há mais dificuldade de acesso a água limpa. Em todo o Mundo mais de 80% das pessoas sem acesso a água potável vivem em zonas rurais. Mas é aqui, onde há mais necessidade, que se fazem menos investimentos que vão preferencialmente para zonas urbanas.

Muitas vezes, mesmo nas zonas rurais onde foi instalada água canalizada, essa água não é considerada segura para consumo humano, em cerca de 40% dos casos vem de poços e furos contaminados.

O acesso à água não é só condicionado pelos investimentos, ou falta deles, mas também pelas secas e outras consequências das alterações climáticas.

XS
SM
MD
LG