Links de Acesso

Donald Trump rebate falta de apoio de líderes republicanos

  • Redacção VOA

Donald Trump

Donald Trump

Candidato republicano diz ir até ao fim e Hillary Clinton dispara nas sondagens.

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump reiterou que vai levar a sua campanha até ao fim, apesar do pedido de importantes figuras do partido conservador para que abandone a corrida.

Trump disse à cadeia televisiva Fox na terça-feria, 11, estar "cansado da falta de apoio de vários dirigentes do partido e que prefere não contar com eles".

Enquanto decorre o que a imprensa chama de “guerra civil entre os republicanos”, uma sondagem da Reuters/Ipsos indica que Donald Trump perdeu mais terreno na corrida à Casa Branca e agora encontra-se a 8 pontos de Hillary Clinton na preferência de prováveis votantes.

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump reiterou que vai levar a sua campanha até ao fim, apesar do pedido de importantes figuras do partido conservador para que abandone a corrida.

Trump disse à cadeia televisiva Fox ontem estar cansado da falta de apoio de vários dirigentes do partido e que prefere não contar com eles.

Kellyanne Conway, directora de campanha de Trump

Kellyanne Conway, directora de campanha de Trump

Enquanto decorre o que a imprensa chama de “guerra civil entre os republicanos”, uma sondagem da Reuters/Ipsos indicou que Donald Trump perdeu mais terreno na corrida à Casa Branca e agora encontra-se a 8 pontos de Hillary Clinton na preferência de prováveis votantes.

Depois de ontem Donald Trump ter criticado várias importantes figuras do partido republicano que se demarcaram dele depois dos comentários quie fez em relação às mulheres, adirectora de campanha do multimilionário Kellyanne Conway afirmou nesta quarta-feira, 12, que o candidato conservador quer ter ao seu lado apenas “pessoas que estão dispostas a ajudar e não a complicar a campanha”, como é o caso de muitos dirigentes republicanos.

"Eu não gostaria de estar numa trincheira com várias dessas pessoas", disse Trump, que, no entanto, mantém um forte apoio junto dos conservadores.

Ao mesmo tempo, pesquisas recentes indicam quemuitas mulheres revelaram a sua intenção de mudar o seu voto e apoiar Hillary Clinton, que nestes últimos dias tem apostado fortementena Geórgia, Flórida e Arizona, Estados considerados decisivos para a corrida à Casa Branca.

Vantagem de Hillary

Uma sondagem da Reuters/Ipsos revelada na terça-feira, 11, indica que Donald Trump perdeu mais terreno na corrida à Casa Branca e agora encontra-se a 8 pontos de Hillary Clinton na preferência de prováveis votantes

Hillary Clinton

Hillary Clinton

A pesquisa nacional foi feita depois do segundo debate presidencial no domingo à noite,em que Trump foi pressionado para explicar os seus comentários feitos num vídeo de 2005 sobre agarrar a genitália de mulheres.

Entre os que disseram que assistiram pelo menos partes do debate, 53 por cento afirmaram que Hillary venceu, enquanto 32 por cento declararam que Trump foi o ganhador.

Entre os democratas, 82 por cento acharam que Hillary saiu melhor, enquanto 68 por cento dos republicanos apontaram Trump.

Entre os prováveis votantes que assistiram ao debate, 48 por cento disseram apoiar Hillary e 38 por cento apoiam Trump.

O levantamento Reuters/Ipsos, conduzido online, ouviu 2.386 adultos, incluindo 1.839 que viram os debates, 1.605 considerados prováveis votantes, dos quais 798 eram democratas e 586 republicanos.

A pesquisa tem uma margem de erro de 2 pontos percentuais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG