Links de Acesso

Donald Trump e Paul Ryan ainda distantes

  • Redacção VOA

Paul Ryan

Paul Ryan

Presidente republicano da Câmara dos Deputados e empresário conservador dizem que ainda não estão prontos para falar à mesma voz.

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, o republicano Paul Ryan, admitiu nesta quinta-feira, 5, não estar pronto para apoiar Donald Trump como candidato do partido à corrida pela Casa Branca.

"Não estou pronto para fazer isso ainda", afirmou Ryan, em entrevista à CNN e disse esperar ser capaz de apoiar Trump no futuro, desde que o milionário consiga unificar o partido.

A declaração de Ryan soma-se às declarações dos ex-presidentes George H. W. Bush (pai) e George W. Bush (filho), que descartaram apoiar Trump na corrida presidencial dos Estados Unidos, de acordo com o jornal "The Texas Tribune".

Em resposta a Paul Ryan, o mais que provável candidato conservador disse: "Eu não estou pronto para apoiar a agenda do presidente Ryan. Talvez no futuro nós possamos trabalhar juntos e cheguemos a um acordo sobre o que é melhor para o povo norte-americano".

Donald Trump

Donald Trump

Trump ataca Clinton

Entretanto, Donald Trump já virou as suas baterias contra a adversária democrata Hillary Clinton, à medida que tenta persuadir membros descontentes no partido para apoiar a sua campanha.

Num comício em Virgínia Ocidental na noite de quinta-feira, o empresário criticou Hillary pela quantidade de dinheiro que ela e o seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, aceitaram da Fundação Clinton, o que ele chamou de "negociata".

O casal Clinton repudiou as acusações de que a instituição de caridade tem motivação política.

Trump também a ligou a algumas das decisões do seu marido na Casa Branca nos anos 1990, como o acordo comercial do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta), que incentivou o comércio entre Estados Unidos, México e Canadá.

Trump prometeu renegociar os pactos comerciais se for eleito no dia 8 de Novembro.

"Temos que vencer a eleição. Não podemos aguentar mais Hillary Clinton. O Nafta nos foi dado por um Clinton", afirmou o republicano que concluiu:. "Não podemos aguentar mais os Clinton".

A convenção do Partido Republicano que elege o seu candidato à eleição presidencial acontece em Julho.

XS
SM
MD
LG