Links de Acesso

Donald Trump e Hillary Clinton "antecipam" campanha

  • Redacção VOA

Donald Trump e Hillary Clinton

Donald Trump e Hillary Clinton

Depois de importantes vitórias nas primárias, apontaram as baterias para Novembro.

O pré-candidato republicano Donald Trump e a pré-candidata democrata Hillary Clinton conquistaram vitórias em Estados da região Nordeste dos EUA na terça-feira, 26, em demonstrações de força na corrida às eleições para a Casa Branca a 8 de Novembro.

Acto contínuo, dispararam críticas um contra o outro, no que pode ser uma antecipação da campanha eleitoral a partir de Julho.

Trump derrotou facilmente os rivais republicanos John Kasich e Ted Cruz em todos os cinco Estados em que se realizaram primárias ontem - Pensilvânia, Maryland, Connecticut, Rhode Island e Delaware - com uma margem de vitória que beira a que conquistou no Estado de Nova York na semana passada.

O multimilionário está a caminho de conseguir o voto de todos os condados em cada Estado.

Por seu lado, Hillary Clinton, que lidera de forma destacada a corrida pela indicação do Parido Dmocrata, derrotou o rival Bernie Sanders em Maryland, Delaware, Pensilvânia e Connecticut, mas perdeu em Rhode Island.

Os dois principais pré-candidatos usaram os seus discursos de vitória para trocar acusações, no que parecia ser uma simulação do que irá ocorrer caso ganhem as nomeações presidenciais dos seus partidos e se enfrentem na eleição de 8 de Novembro.

"Acho que ela é uma candidata com falhas e será fácil derrotá-la", disse Trump sobre Hillary numa conferência de imprensa na Trump Tower, em Nova York.

No seu discurso da vitória na Fildadélfia, Hillary Clinton rebateu Trump por acusá-la de usar na campanha o facto de ser mulher: "Bem, se lutar por atendimento médico e pagamento igual para as mulheres é jogar com ser mulher, então estou jogando", retorquiu a ex-secretária de Estado.

XS
SM
MD
LG