Links de Acesso

Literatura intanfil angolana procura espaço próprio

  • Esperança Gaspar

"Estes dois são cão e gato", de John Bella

"Estes dois são cão e gato", de John Bella

Escritores querem fomentar a leitura lúdica, e não apenas didáctica, entre as crianças

30 Jan 2011 - “Soba Kangueia e a Palavra”, “Historias e Historietas, “ “Sonhos Roubados a um Carrossel”, “O Feijãozinho Vermelho”, e a “Canção Mágica” são algumas obras literárias infantis de autores angolanos que despertam alguma curiosidade nas crianças.

Mas a realidade é que muitas ficam somente pela curiosidade. Para quem pensa que é por falta de dinheiro, John Bella um dos poucos escritores angolanos que aposta na literatura infantil, prova o contrário.

O jovem que descobriu a sua paixão pela literatura aos 12 anos, crê que existe é pouco interesse por partes de alguns pais e restante sociedade."Nós temos uma comunidade estudantil muito grande", diz salientando que é preciso levar os livros a mais crianças e lamentandop que se façam edições de apenas mil livros.

Luísa Charumbo, Teresa da Apresentação, Sebastiana Martins, Celma Paulo e Mariana Araújo são crianças dos 9 aos 11 anos de idade nunca ganharam livros infantis uma vez que não têm poder de compra. Os únicos livros que lêem são didácticos. E contam à VOA que nunca compraram livros de contos, nem os pediram aos pais. Para elas, os livros são uma obrigação e não um prazer, como podem ouvir clicando na barra acima ou logo a seguir a este texto.

Por essa razão John Bella, pensa ser necessário que as instituições escolares promovam actividades extra escolares que envolvam lançamento de obras literárias infantis.Há escolas onde as actividades extra-curriculares não existem, apesar de serem obrigatórias, o que nega à criança o conhecimento de outros mundos.

Das poucas escolas públicas que dão a oportunidade as crianças de lerem livros fora das disciplinas curriculares está a escola Nossa Senhora do Bom Conselho, na Praia do Bispo, Marcelina Charumbo de 11 anos de idade disse que foi graças à sua escola que hoje conhece algumas obras literárias infantis.

O que essas crianças não sabem é que entrar para o seu mundo de fantasia não é um exercício fácil. O autor de nove obras literárias, na sua maioria infantis, conta-nos, que escrever para os mais novos é uma tarefa que requer muita atenção e criatividade

“Estes são cão e gato” é a mais recente obra de John Bella, tem 32 páginas. Nesta obra autor explica aos mais pequenos o que leva o cão a perseguir o gato. "Devemos ser muito responsáveis no que estamos a escrever, porque estamos a lidar com um público muito sensível. A palavra tem que se muito bem estudada. Temos que saber brincar com a criança", diz

John Bella, um dos 10 escritores angolanos que aposta na literatura infantil, volta a afirmar que a falta de apoios e iniciativas por parte de algumas instituições escolares e governamentais pode condicionar a publicação de obras infantis e em particular no interior do país.

XS
SM
MD
LG