Links de Acesso

Dois opositores detidos na Guiné-Equatorial nas vésperas do CAN 2015


Presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo

Presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo

Dois opositores políticos foram detidos onte, 14, em Bata, capital económica da Guiné-Equatorial, após terem apelado ao boicote do Campeonato Africano de Nações, CAN 2015, que começa no sábado.

"Celestino Nvo Okenve foi detido em Bata pela polícia porque distribuía cartazes e 't-shirts' apelando à população para que não fosse aos estádios como pediu o Presidente", declarou à agência France Presse Fulgencio Ondo, assessor de comunicação do partido da oposição União Popular (UP).

Okenve, um engenheiro de telecomunicações que vivia em Madrid há mais de 30 anos, regressou a Malabo em Novembro, após uma "amnistia geral" do Presidente Teodoro Obiang a todos os opositores no exílio para organizar um diálogo nacional. O opositor diz temer a propagação do vírus do ébola durante os jogos da CAN.

A UP pediu a "libertação imediata" de Okenve.

O outro detido é Santiago Martin, militante do principal partido da oposição Convergência para a Democracia Social (CPDS).

XS
SM
MD
LG