Links de Acesso

Dirigentes europeus discutem como fechar fronteiras

  • Redacção VOA

Angela Merkel disse que quem não tem direito a asilo político não pode permanecer

Dirigentes europeus reuniram-se em Viena para discutir como defender as fronteiras da União Europeia contra a imigração ilegal e tráfico de seres humanos.

A cimeira está centrada sobre como controlar a entrada de imigrantes através da chamada rota dos Balcãs, a via que milhares de imigrantes e refugiados da Síria, Iraque, Afeganistão e outros países têm usado para alcançar o norte da Europa.

O chanceler austríaco Christian Kern convocou a reunião dos seus homólogos da Alemanha, Hungria, Servia, Grécia e Bulgária para analisarem medidas a serem tomadas para se alcançar uma solução duradoira da crise de imigração.

A Áustria e outros países já fecharam em grande parte a rota dos Balcãs deixando milhares de imigrantes e refugiados na Grécia sem possibilidade de abandonarem o país o que enfureceu o governo de Atenas.

A chanceler alemã Angela Merkel, falando após o encontro apelou para que os países europeus assinem acordos com terceiros países para devolver imigrantes que não têm direito a asilo.

A reunião não envolveu contudo outros países afectados pela crise como a Itália por onde milhares de imigrantes e refugiados têm entrado em embarcações a partir do norte de África

XS
SM
MD
LG