Links de Acesso

"Diamantes de Sangue", de Rafael Marques, de graça na internet

  • Redacção VOA

Capa do livro "Diamantes de Sangue", de Rafael Marques

Capa do livro "Diamantes de Sangue", de Rafael Marques

Activista e jornalista começa a ser julgado hoje em Luanda.

O activista e jornalista angolano Rafael Marques começa a ser julgado hoje, 24, em Luanda, sob a acusação de denúncia caluniosa, na sequência do livro "Diamantes de Sangue - Corrupção e Tortura em Angola".

A obra, publicada em 2011 pela editora portuguesa Tinta da China, revela alegados abusos dos Direitos Humanos na região diamantífera da Lunda-Norte, supostamente praticados por militares angolanos e empresas privadas.

Nove dos sete generais citados por Marques e duas empresas recorreram ao Ministério Público que decidiu levar o autor a julgamento.

No dia em que começa esse mediático julgamento, o autor e a editora decidiram colocar na internet, e de graca, o livro para que, diz Rafael Marques, todos os angolanos possam ter acesso à obra, disponível em www.tintadachina.pt e http://makaangola.org/index.php?lang=pt.

Ontem, a secção portuguesa da Aministia Internacional apelou ao primeiro-ministro Passos Coelho e o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal Rui Machete a que "encorajem o Governo de Angola a retirar a acusação contra Rafael Marques". A AI considera que o jornalista está a ser "alvo de perseguição por exercer o seu direito à liberdade de expressão protegido pelo direito internacional".

Rafael Marques, entretanto, diz não esperar nenhuma acção do Governo português por estar sempre ao lado das autoridades angolanas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG