Links de Acesso

Festas de Natal e fim de ano agitam fronteira de Ressano Garcia

  • Simião Pongoane

Nesta quadra festiva já passaram pela fronteira com a África do Sul mais de 50 mil carros, sendo cerca de 35 mil para Moçambique.

Mais de 35 mil pessoas já atravessaram a fronteira de Ressano Garcia com destino a Moçambique a partir da África do Sul desde o inicio da “Operação Tranquilidade” nesta quadra festiva.

O número de moçambicanos e turistas estrangeiros que entraram em Moçambique ultrapassa metade da população do distrito de Mabote, em Inhambane, estimada em cerca de 60 mil habitantes.

O Coordenador da Operação Tranquilidade Joel Guambe está muito satisfeito e diz que o balanco preliminar é positivo.

Segundo Joel Guambe, dados acumulados indicam que já passaram pela fronteira de Ressano Garcia mais de 50 mil carros, sendo cerca de 35 mil para Moçambique.

“A nossa avaliação é positiva. A operação está a decorrer dentro de tudo aquilo que foi planificado, portanto, estamos a falar contando com todas as fronteiras do nosso Pais, do Rovuma ao Maputo. Mas o epicentro desta operação é aqui em Ressano Garcia, onde, apesar do movimento ser intenso, nós sentimo-nos muito bem”, disse Joel Guambe.

Guambe considera que a operação está mesmo na fase de pico, pois “na sexta-feira, só para lhe dar um exemplo, nós tivemos acima de 4.500 viaturas atendidas nesta fronteira e, hoje dia 23, estamos a falar de mais de 34 mil 736 no sentido África do Sul-Moçambique. Na fronteira de Ressano Garcia já foram atendidas 50.719 viaturas”.

O responsável disse que no âmbito da operação da quadra festiva está a trabalhar-se no sentido de evitar transtornos para automobilistas, mas sem ignorar a questão fundamental da segurança rodoviária.

Entretanto, alguns moçambicanos continuam a atravessar a fronteira para o lado sul-africano com o objectivo de fazerem compras, alegando que em Moçambique os preços são insuportáveis.

XS
SM
MD
LG