Links de Acesso

Dez pessoas que escalaram países afectados pelo ébola rastreadas em Pemba

  • Alvaro Ludgero Andrade

Director do Hospital Provincial de Pemba diz não haver nenhum caso de ébola.

Em Moçambique, 10 pessoas que fizeram escala na Serra Leoa e no Senegal, dois países com casos de ébola, foram devidamente identificadas e rastreadas pelas autoridades sanitárias de Pembra, na província de Cabo Delgado.

Não se confirmou nenhum caso de ébola e as pessoas regressaram às suas actividades.

O Director do Hospital Provincial de Pemba Felisberto Mendes confirmou à VOA hoje, 21, que desde o dia 22 de Agosto foram identificadas 10 pessoas, entre moçambicanos e estrangeiros, que fizeram escala na Serra Leoa e no Senegal antes de chegar a Moçambique. Ele garante que a situação está controlada.

"Elas apenas passarem em escala por esses dois países, à chegada no Aeroporto Internacional de Pemba foram identificadas e depois de realizarmos os testes, podemos dizer que nenhuma está infectada", garante Mendes que diz, no entanto, que estarão sob vigilância no prazo de 21 dias.

Entre esses passageiros estavam quatro filipinos que foram trabalhar nas minhas de Cabo Delgado.

Aquele responsável garante que as medidas de segurança para evitar a entrada do ébola na província estão a ser aplicadas.

XS
SM
MD
LG