Links de Acesso

Casimiro Congo denuncia detenção de catequistas em Cabinda

  • Redacção VOA

Angola: Igreja opõe-se a manifestações violentas

Angola: Igreja opõe-se a manifestações violentas

O conhecido Padre Congo acusa a Igreja Católica de estar por detrás das prisões.

Em Cabinda, o conhecido padre Jorge Casimiro Congo denunciou a detenção pelas autoridades angolanas de dois catequistas afectos à Igreja Católica das Américas, por ele dirigida, na sequência de um mandado das autoridades locais.

De acordo com o sacerdote, os dois catequistas correm o risco de serem julgados pelo crime de desobediência por suposto desacato as autoridades e questiona sobre a razão das prisões uma vez que se encontravam a rezar nas suas casas.

Jorge Congo acusa a Igreja Católica Apostólica Romana de estar por detrás desta onda de detenções e denuncia a perseguição da sua vida.

Em entrevista ao correspondente da VOA em Cabinda José Manuel ele começou por falar sobre as acusações que pesam sobre os detidos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG