Links de Acesso

Deputado da Unita sofre tentativa de burla

  • Coque Mukuta

Mfuka Muzemba

Mfuka Muzemba

O burlão fez-se passar por Eduardo Octávio, chefe do Serviço de Inteligência e Segurança de Estado. A polícia está atrás dele.

Em Angola, tal como noutras partes do mundo, começa a aumentar a prática de burlas.

Uma fonte da Direcção Nacional da Polícia Económica disse estar há um ano a investigar vários casos de burla e que alguns deles estão próximos do fim.

Esta semana os burlões tentaram enganar várias pessoas, incluindo um DJ bastante conhecido na sociedade angolana, que prefere o anonimato.

Outra vítima foi o deputado da Unita Mfuka Muzemba.

O burlão, aproveitando-se da ausência do Presidente José Eduardo dos Santos, telefonou ao deputado, fazendo-se passar por Eduardo Octávio, chefe dos Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE), e que, alegadamente, por falta de tempo e por estar na caravana de Santos, precisava passar mais de 40 autocarros em nome de um terceiro para não ser conotado, como se pode ouvir na gravação da conversa: “Pode te parecer estranho mas achei melhor fazer com uma pessoa mais distante do que alguém próximo, tenho uma frota de autocarros e camiões em Benguela, eu quero tirar estes bens do meu nome e colocar em nome de uma empresa qualquer desde que não apareça meu nome”.

Na conversa, o burlão disse que um cidadão de nome Antunes Moreira, que se encontra em Benguela, iria contactar o deputado para lhe passar o número da conta do Banco Millenium para o depósito do dinheiro, correspondente a mais de 40 mil dólares. “Vamos trabalhar meu camarada, o nome do camarada que está em Benguela é Antunes Moreira”, disse o burlão.

A Voz da América sabe que o burlão já está a ser investigado pelas autoridades.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG