Links de Acesso

Deputados da Casa-CE querem PR no parlamento

  • Teodoro Albano

Aspecto da cidade de Uíge

Aspecto da cidade de Uíge

JES deve explicar corrupção, relações entre órgãos de soberania e comunicação social pública.

Deputados da Casa-CE em visita parlamentar à província da Huíla querem ouvir o Chefe de Estado pronunciar-se sobre os grandes assuntos do país na abertura do novo ano legislativo prevista para o próximo 15 de Outubro.

As dúvidas na gestão do erário público, a assombrada relação entre os três órgãos de soberania, os elevados índices de corrupção e o mau desempenho da comunicação social pública são alguns pontos sobre os quais a terceira maior força política do país quer ouvir do titular do poder executivo.

Para o deputado Carlos Candanda, a reconciliação nacional é outro assunto por resolver em Angola sobre o qual José Eduardo dos Santos deve pronunciar-se.

“Como é que é possível um governador dá-se ao luxo de ir a um comício publicamente dizer que o partido tal …apanhou porrada no sítio tal, agora vai apanhar mais porrada aqui na nossa província, isso aconteceu no Bié. E depois no Estado de Direito a justiça está onde? A polícia está onde? Essa pessoa devia ser presa logo ali porque está a incitar a violência! A intolerância é uma questão que queremos que o presidente diga algo", afirmou Candanda.

Para o também quarto vice-presidente da Assembleia Nacional, a alternância do poder é outro assunto sobre o qual o Santos deve ter uma palavra. Sobre esta matéria Carlos Tiago Candanda deixa algumas interrogações.

“Será que o MPLA está mesmo disponível para aceitar a mudança? Porque em democracia quando não tivermos a garantia de que qualquer partido que estiver no poder pode aceitar a derrota, que pode aceitar a mudança, se não houver esse compromisso, este país pode estar em risco, porque quando chegar a altura de mudança o que é que vai fazer? Se ele está no poder pode usar a violência. Isso é preocupação isso pode acontecer. Nós queremos que o Presidente da República venha e diga alguma coisa”, advertiu.

A delegação parlamentar da Casa-CE de visita à Huíl, que integra ainda a deputada Anatilde Freire, está a avaliar o impacto do orçamento geral do Estado nos sectores sociais com destaque para a saúde e educação.

XS
SM
MD
LG