Links de Acesso

Delegação de Cabinda está em Luanda

  • Redacção VOA

Objectivo é pressionar para se renogociar o memorando de paz de 2006

Um grupos de cidadãos de Cabinda, que não se identificam com o Acordo de paz para enclave assinado em 2006 entre o governo de Angola a facção da Flec dirigida por Bento Bembe, está em Luanda para contactos com os sectores políticos de Angola.




O general Bonifácio Zenga Mambo, que está frente do grupo de figuras que reclamam autonomia para Cabinda, disse que veio a Luanda para pedir ao Presidente da República que responda a uma carta enviada há cerca de 7 meses na qual é proposta a renegociação do Memorando de Entendimento para a Paz em Cabinda.

Para Zenga Mambo o Acordo de Paz assinado por Bento Bembe foi “um indulto” e não propriamente um pacto para a solução da principal causa do conflito.

“Nós exigimos Independência ou uma autonomia transitória para Cabinda”, defendeu
O grupo de políticos cabindenses previa encontros com os principais partido angolanos incluindo o partido que dirige o governo, o MPLA.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG