Links de Acesso

Dago Nível promete continuar a lutar pelas liberdades

  • Coque Mukuta

Dago Nível

Dago Nível

Amnistia Internacional classificou o activista como um prisioneiro de consciência.

O activista Francisco Gomes Mapanda, mais conhecido por “Dago Nível Intelecto”, diz que vai continuar a lutar a favor das liberdades, depois de sair da cadeia na segunda-feira, 21, onde se encontrava detido desde Março, condenado por desrespeito ao tribunal enquanto decorria o julgamento dos 17 activistas.

Dago Nível disse que vai participar na manifestação prevista para este sábado e que visa exigir justiça em relação à nomeação de Isabel dos Santos para a presidência da Sonangol.

Depois de oito meses preso, Dago Nível diz que o medo não faz parte do seu dicionário, mas afirma estar triste por ter sido condenado por expressar apenas aquilo que sentia.

“Medo é algo que eu já perdi faz tempo, pelo menos pelo que vivo no meu bairro dá-me força para continuar a lutar”, disse.

O activista fez este pronunciamento um dia após a sua libertação no seu bairro e disse que aquilo que a cadeia lhe ensinou não aprenderia em nenhuma universidade do mundo.

“Estar na cadeia foi uma espécie de treinamento porque aquilo que eu aprendi lá, não aprenderia em nenhuma universidade”, reiterou.

Dago Nivel disse que o que mais lhe chocou é o facto de muita gente estar presa de forma ilegal e denunciou o que ele considera “um sistema de opressão dentro da prisão”.

O activista apelou os angolanos a participarem na manifestação no próximo sábado para exigir justiça em relação à nomeação da filha do Presidente da República para a direcção da Sonangol.

A Amnistia Internacional considerou em comunicado, nesta terça-feira, 22, Dago Nivel como um prisioneiro de consciência condenado em julgamento político.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG