Links de Acesso

Os dados apontam para uma quadra festiva “sangrenta” em Angola

  • Agostinho Gayeta

Angola Baía de Luanda

Angola Baía de Luanda

Um balanço provisório feito pela Comissão de asseguramento da Quadra Festiva dá conta da morte de 13 pessoas e de 82 feridos, em consequência de 75 acidentes de viação, para além do registo de 82 crimes de natureza diversa, sendo que grande parte dos quais já foi esclarecido.

Para quem tem a graça de não fazer parte destas estatísticas, o número de acidentes rodoviários e as consequentes mortes é uma preocupação.

Apesar desta situação dramática, a reportagem da Voz da América em Luanda circulou por algumas artérias da capaital angolana para saber como algumas famílias têm passado a quadra festiva.

O que fazem as famílias angolanas no dia do natal e na passagem de ano? Esta é a pergunta que não quis calar.

Para a maior parte dos entrevistados a passagem da quadra festiva em família é a melhor opção. Para uns este é mais do que um momento de confraternização, representando sobretudo a união familiar, porém, para outros é um período para reflexão, balanço em família e perspectivas para o ano seguinte.

Alguns produtos como o bacalhau, o ovo, a batata rena, o grão de bico, o litro de óleo, entre outros constam entre os mais consumidos e consequentemente os mais caros o que dá lugar a reclamações dos consumidores.

Mas afinal o que não pode faltar em casa para celebração da ceia natalina ou mesmo durante a passagem de ano?-A pergunta foi respondida de diversas formas...Cada um ao seu jeito disse o que pensa ser importante para festejar.

A troca de presentes para algumas famílias é uma prática tradicional, embora haja um aumento exacerbado no preço de alguns bens, mas mesmo assim é um costume indispensável, por isso o apelo de quem já conhece o mercado vai no sentido de conter os gastos neste período curto e festivo.

Na hora do balanço de 2014 a voz e vez dos mais pequenos se fizeram sentir. Para uns nem tudo correu bem, algumas brincadeiras durante o ano lectivo marcaram pela negativa o ano findo, mas para outros foi tão somente um ano de sucesso.

E para os adultos qual é o balanço que fazem de 2014?O que perspectivam para 2015?

As respostas foram simples: saúde, união familiar, ingresso na universidade, encontrar um bom emprego e claro, mais prosperidade na vida financeira.

União, solidariedade, reconstituição do sentido de família, prosperidade, respeito a diferença, vivência na base do amor, evitar os excessos, a partilha do com os que têm pouco e a contenção de gastos são os apelos feitos pelos nossos entrevistados para esta quadra festiva.

XS
SM
MD
LG