Links de Acesso

Cunene e Huíla combatem roubo de gado

  • Teodoro Albano

As duas províncias são potências angolanas na criação de gado.

O roubo de gado volta a estar no centro das preocupações na região sul de Angola. Desta vez o assunto de interesse comum juntou dois municípios de das províncias de Cunene e Huíla.

De um lado, autoridades dos Gambos no sul da Huíla e do outro, responsáveis da Cahama no norte do Cunene. Sobre a mesa o roubo do gado.

A busca de estratégias comuns que visem combater os assaltos sobretudo aos criadores tradicionais tem sido de tempo em tempo inquietação das autoridades.

O administrador municipal dos Gambos, Elias Sova, defende que mais importante que a origem dos meliantes é combater o crime.

“Não percamos muito tempo às vezes de pensar de onde veio o meliante, o que nos interessa aqui é que quem de facto pratica crime deve ser combatido, tanto aqui nos Gambos como na Cahama”, disse.

Do outro lado da fronteira com a Huíla o administrador municipal da Cahama, Lopes Bravo, revela que os contornos que atingiram os assaltos, exige cooperação para fazer face a situação.

“Deve haver maior cooperação entre os dois municípios e a polícia nacional também deve desenvolver um trabalho no sentido de minimizar a situação”, afirmou

A região sul de Angola com as províncias do Cunene e Huíla são tidas como potências na criação do gado, estimando-se que as duas juntas possam acumular perto de dois milhões de cabeças de gado.

XS
SM
MD
LG