Links de Acesso

Uíge: Crise economica leva a escassez medicamentos nos hospitais


Aspecto da cidade de Uíge

Aspecto da cidade de Uíge

Pelo menos três a quatro pessoas são sepultadas diariamente no cemitério municipal do Uíge, segundo informou um dos coveiros mais antigos no maior sepulcrário da cidade, além dos outros nas periferias.

A crise económica e financeira que assola o país, resultando na escassez de medicamentos em hospitais e o elevado custo de vida terão sido as principais causas do aumento do índice de mortalidade diária na província durante os últimos dois anos.

Eduardo Jorge um dos coveiros que trabalha a 12 anos no cemitério municipal contou numa entrevista a imprensa local no dia dos finados o seu dia-a-dia.

“Trabalho aqui a 12 anos, ultimamente por dia temos cavado 3 a 4 buracos” acrescentado que tem havido muita falta de respeito por parte da população.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG