Links de Acesso

Crise de refugiados: Austrália vai receber mais 12 mil sírios e ampliar ataques aéreos


Primeiro-ministro Tony Abbott

Primeiro-ministro Tony Abbott

A Austrália vai receber 12 mil refugiados da Síria além de sua actual quota de abrigo, disse hoje o primeiro-ministro Tony Abbott, mediante a pressão de uma oposição raivosa.

Abbott anunciou também a ampliação de ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

A Reuters escreve que Abbott disse, no domingo, que a Austrália abriria mais espaços na sua quota anual de 13.750 pessoas para os fugitivos da violência na Síria, sem aumentar o número de chegadas regulares ao país. Prioridade será dada aos membros das minorias perseguidas na guerra civil, que já dura quatro anos na Síria.

"A Austrália continua comprometida com o esforço internacional de conter o Estado Islâmico, que ameaça a estabilidade no Iraque e Médio Oriente e a segurança de australianos em casa e na nossa região", disse Abbot à imprensa em Canberra.

XS
SM
MD
LG