Links de Acesso

Criança em Angola: conquistas e desafios

  • Coque Mukuta

Foto de Arquivo

Foto de Arquivo

Relatório do Unicef foi apresentado hoje, Dia da Criança Africana.

O Governo de Angola deu passos importantes com vista a fortalecer o quadro de políticas nacionais em áreas-chave relacionadas com os direitos da criança e o desempenho da grande maioria dos indicadores sociais melhorou, mas há ainda muitos desafios, revelou relatório Análise de Situação, Crianças e Mulheres em Angola, divulgado hoje em Luanda.

Elaborado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o documento foi lançado hoje, dia das crianças africanas.

A representante adjunta do Unicef em Angola Amélia Russo de Sá lembra que “o país enfrenta agora o desafio de estabelecer políticas que contribuam para que os serviços cheguem aos grupos mais vulneráveis e localizados nas zonas mais recônditas”.

Russo de Sá disse ainda que o relatório visou apresentar avanços e desafios enfrentados pelo país na garantia dos direitos das crianças e mulheres. Ela apresentou o documento como sendo de suporte e orientação das acções que promovem a sobrevivência, o desenvolvimento e a protecção das crianças, e deixou 24 recomendações.

Nas conclusões e recomendações, o relatório diz que Angola deve aproveitar as oportunidades apresentadas pelo crescimento económico e pela estabilidade para direccionar o seu foco e investimento para a equidade no desenvolvimento social.

Para tal, cada decisão política e de financiamento deve ser deliberadamente dirigida aos segmentos mais vulneráveis e desfavorecidos da população, com vista a proteger os seus direitos, promover o seu bem-estar e garantir a sustentabilidade dos ganhos de desenvolvimento.

Segundo o Unicef, o Governo deve priorizar os membros mais vulneráveis da população, facto que terá um maior impacto, uma vez que os investimentos onde a privação é mais grave podem produzir resultados significativos em grande escala.

O relatório apresenta 24 recomendações e acções concretas que possuem um potencial comprovado para produzir resultados rápidos e sustentáveis para os direitos e bem-estar da criança em Angola principalmente nas áreas de sobrevivência, educação e protecção da criança.

XS
SM
MD
LG