Links de Acesso

Tribunal Dá Razão a Hermínio dos Santos


Tribunal Dá Razão a Hermínio dos Santos

Tribunal Dá Razão a Hermínio dos Santos

O presidente do Fórum dos Desmobilizados de Guerra de Moçambique, Hermínio dos Santos, acusado de desobediência qualificada, decidiu restituir a liberdade a Hermínio dos Santos por falta de matéria criminal para o manter sob custódia. O Filipe Vieira, entrou em contacto com o advogado Salvador Camati, da Liga dos Direitos do Homem de Moçambique, que tem a seu cargo a defesa de Hermínio Santos.

Salvador Camati escusou-se a comentar publicamente a decisão da juíza por considerar não ser de boa ética fazê-lo enquanto se aguarda a sentença, mas confirmou que a leitura da mesma foi adiada para o dia 30 de Agosto.

Hermínio Santos compareceu novamente, na manhã de quarta-feira, perante o Tribunal Judicial do distrito Urbano Número Sete, no bairro da Machava, nos subúrbios da capital moçambicana, e esperava ouvir a sentença sobre a acusação de – alegadamente - haver ignorado, por duas vezes, o mandado para comparecer na Polícia de Investigação Criminal (PIC), para explicar a intenção por detrás das prometidas manifestações pacíficas dos veteranos da guerra civil.

Na sessão desta quarta-feira o Ministério Público e a defesa não encontraram elementos para o considerarem culpado por se ter confirmado que Hermínio do Santos, afinal, nunca recebeu as notificações da polícia, mas apenas intimações feita por via telefónica.

Recorda-se que, na passada sexta-feira, Hermínio dos Santos, foi posto em liberdade condicional depois de ter sido detido na sua residência tendo formalizado uma queixa-crime contra a Polícia de Investigação Criminal.

XS
SM
MD
LG